Daniel Hernandes parte para a Ásia sonhando com Londres/2012

Daniel Hernandes, da Equipe Banco Cruzeiro do Sul, embarca nesta terça-feira para a Ásia em busca de pontos no ranking mundial, que vai definir os judocas para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Em junho, Daniel, da categoria pesado (+ 100kg), teve de passar por cirurgia para corrigir rompimento de tendão do ombro esquerdo, sofrido na etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Judô.

Ficou afastado dos tatames por cerca de cinco meses e só voltou a lutar no último dia 20, em São Paulo, no Beneméritos, campeonato por equipes em que venceu seus três adversários por ippon e ajudou o Pinheiros a derrotar o Minas Tênis Clube. Para Daniel, o torneio serviu para “quebrar o gelo” depois de tanto tempo sem lutar, já pensando nas competições que vai disputar na Ásia.

“Enfrentei um ritmo bem forte no Beneméritos e o ombro está ótimo”, diz Daniel. “Deu para sentir toda a adrenalina de uma competição. O treinamento que tinha feito no Rio na semana anterior ao torneio, com os seis melhores pesados do Brasil, e o fato de ter voltado a lutar me dão confiança para as competições internacionais.”

O primeiro desafio de Daniel na Ásia será a etapa da Copa do Mundo da Coreia, em Suwon, dias 3 e 4 de dezembro. Em seguida, vai disputar o Grand Slam de Tóquio, de 11 a 13, e o Grand Prix da China, dias 17 e 18. “Estou bem treinado, confiante. A velocidade no ritmo de luta aumentou e quero competir o mais que puder agora que estou voltando”, afirma o judoca.

“Sei que o nível lá fora é alto. Mas vou para somar o maior número possível de pontos, fazer o maior número de lutas que eu puder. Meu sonho olímpico está de pé e vou fazer de tudo para torná-lo realidade”, garante Daniel, que já traça planos para 2011. “Em janeiro tem o Masters, no Azerbaijão (dias 15 e 16, em Baku), com os 16 primeiros do ranking. Quero muito participar e, para isso, tenho de ficar entre os 16 primeiros da minha categoria.” Pelo ranking divulgado no dia 25 pela Federação Internacional de Judô, Daniel ocupa a 16ª posição entre os pesados.

Na Copa do Mundo, a medalha de ouro significa 100 pontos; a de prata, 60; e a de bronze, 40. No Grand Slam, 300 (ouro), 180 (prata) e 120 (bronze). No Grand Prix, 200 (ouro), 120 (prata) e 80 (bronze).

Daniel Hernandes é atleta do Clube Pinheiros e também faz parte da equipe do Banco Cruzeiro do Sul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: