Se não fosse o pneu…

Olá, pessoal!

Cruzei a linha de chegada em 19º no GP da Alemanha, mas, levando tudo em conta, incluindo a excelente volta nos treinos classificatórios, acho que foi um dos finais de semana mais razoáveis desde o início do Mundial.

Fiz uma ótima largada, ultrapassando o Kovalainen e o Sutil, e aí fiquei preso atrás do Trulli, que parecia estar dormindo na primeira curva. Com isso, tive de frear forte para não bater e acabei perdendo tudo o que tinha conseguido.

Mesmo assim, continuei forte na corrida, contente por estar conseguindo andar mais próximo das outras novatas. Meus tempos por volta estavam parecidos com os dos carros da Virgin e da Lotus.

Aí, já na segunda metade da prova, o pneu dianteiro furou. Foi esvaziando devagarzinho e não teve jeito: precisei entrar no box e fazer uma parada extra para trocar o pneu.

Na semana que vem, a corrida é em Hungaroring, em Budapeste, na Hungria. A pista é travada, com curvas lentas, vai ser um desafio.

Até a próxima,

Bruno Senna

Anúncios

Uma resposta to “Se não fosse o pneu…”

  1. Carla Voto Says:

    Olá Bruno Senna!

    Boa sorte na corrida de Hungaroring, em Budapeste, na Hungria! Os funcionários do BCSul estarão torcendo por você!

    Pensamento positivo e você chega lá!

    Abs,

    Carla Voto
    Ger Captação BCSul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: