Daniel Hernandes começa luta pelo ranking olímpico

“Vou para ganhar”, afirma, confiante, o judoca Daniel Hernandes, da categoria pesado (+100 kg), que neste fim de semana disputa o Grand Slam do Rio de Janeiro, primeira competição válida pelo ranqueamento olímpico para Londres/2012 de que vai participar. “Não será fácil. O torneio está muito forte”, reconhece o atleta da Equipe Banco Cruzeiro do Sul, medalha de prata no Campeonato Pan-Americano de Judô de El Salvador, em abril. Equipes de 42 países, com 390 atletas, já confirmaram presença na competição no Maracanãzinho.

Daniel estima que cerca de 24 judocas disputem a categoria pesado. “Como vale pontos para o ranking olímpico, o Grand Slam atrai bons competidores. Os três primeiros do ranking da Federação Internacional, por exemplo, estarão no Rio”, diz o atleta, referindo-se a Teddy Riner (FRA), Keiji Suzuki (JAP) e Islam El Shehaby (EGI). “Não dá para pensar que determinado adversário será mais forte que outro. Todos serão complicados”, diz.

O judoca explica que não há repescagem em Grand Slams. “É regra da competição. Tem de fazer todas as lutas como se fosse uma final. Qualquer errinho bobo e você fica fora da disputa”, explica Daniel. “Em outros tempos, eu poderia até ficar preocupado com isso, desperdiçar a energia que deve ser usada para manter o foco no torneio. Hoje, estou mais tranquilo, desencanado de cobranças”, prossegue, sem fazer previsões de como será seu desempenho no Rio. “Tem de ir luta a luta e ver o que acontece.” No Grand Slam do Rio, em 2009, Daniel Hernandes foi o único a conquistar a medalha de ouro para o Brasil, na última luta do torneio.

“O objetivo, como sempre é lutar pelo ouro”, garante Daniel. “Ainda mais competindo em casa, com o apoio da torcida. Estou bem confiante, bem melhor da cirurgia. Vou para fazer o que sei fazer.” No início do ano, Daniel passou por cirurgia no joelho esquerdo. Na volta às competições, ganhou a prata em El Salvador. No Grand Slam, a medalha de ouro vale 300 pontos no ranking; a de prata, 180; e a de bronze 120.

O Grand Slam do Rio de Janeiro está marcado para este sábado e domingo, dias 22 e 23, no Ginásio do Maracanãzinho, com eliminatórias entre 9h30 e 15h30 e finais a partir das 16h30 (sábado) e 16 horas (domingo). Como anfitrião, o Brasil será representado por quatro equipes completas, com 56 atletas em 14 categorias. A disputa da categoria pesado (+100 kg), a de Daniel Hernandes, será no domingo.

O torneio no Maracanãzinho abre uma série de quatro eventos seguidos na agenda do judoca. “Depois, vou disputar a etapa de São Paulo da Copa do Mundo (dias 29 e 30 de maio, no Hebraica) e participar das etapas da Copa do Mundo de Madri (5 a 8 de junho) e de Lisboa (12 a 14 de junho). Vai ser cansativo, mas estou animado.”

Daniel Hernandes é atleta do Clube Pinheiros e também faz parte da equipe do Banco Cruzeiro do Sul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: